Coronavírus

Coronavírus

Sem dúvida alguma, o coronavírus vem sendo um dos assuntos mais comentados atualmente. O vírus que possui sintomas semelhantes ao da gripe surgiu na China e já se espalhou pelo mundo, somente na Itália já foram mais de 520 casos confirmados.

O Coronavírus é um causador de gripes comuns e doenças respiratórias mais graves, tem relação com doenças como a Síndrome Aguda Respiratória Severa (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). É importante destacar que o coronavírus não mata tanto quanto outras doenças, por exemplo febre amarela, porém não existe um remédio, vacina ou cura com 100% garantido de sucesso no combate ao vírus.

Como já foi dito, os sintomas se assemelham com os da gripe, entre eles podemos citar a febre, cansaço, tosse seca, dores, congestão e corrimento nasal, dor de garganta e diarreia. 

É importante tomar cuidado com as fake news em relação ao assunto, além de ter alguns cuidados básicos para a prevenção do vírus. 

Como faço para me proteger dessa doença?

  • Higienizar as mãos com frequência com solução alcoólica ou com água e sabão;
  • Cobrir o nariz e a boca antes de espirrar, com lenço descartável ou com o antebraço.
  • Não compartilhar utensílios de uso pessoal como copos e talheres;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca;
  • Evitar locais com maior concetração de pessoa.

Como já foi dito, os sintomas se assemelham com os da gripe, entre eles podemos citar a febre, cansaço, tosse seca, dores, congestão e corrimento nasal, dor de garganta e diarreia. 

No Brasil:

 No Brasil, a confirmação do primeiro caso de pessoa infectada na América Latina fez o Ibovespa despencar 7%. A pessoa infectada é um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que esteve na Itália entre 9 e 21 de fevereiro e que foi internado após apresentar sintomas da doença. É importante consultar um médico se houver qualquer sintoma.

A Itália confirmou, nesta quinta-feira (27), mais duas mortes por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O número de vítimas fatais no país subiu para 14, e também cresceu o número de casos registrados: de 424 para 528, informou a agência de proteção civil.A maior parte dos casos no país está na Lombardia, no norte do país: 305. Há ainda outros 98 em Veneto, onde fica Veneza; 97 na Emília-Romanha, onde fica Bolonha; 11 na Liguria, onde fica Gênova. As regiões de Marche, Lácio – onde fica a capital, Roma – e Sicília têm 3 casos cada uma.Foram registrados 2 casos em Piemonte, 2 na Toscana e 2 na Campânia; 1 em Bolzano 1 em Abruzo e o primeiro caso no Brasil foi confirmado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *